Nossa história

 

A Igreja Presbiteriana Filadélfia não era originalmente esse nome. Originalmente era Congregação Presbiteriana de Ponta Negra. A Congregação começou na residência do Pb. Henrique Alonso da Igreja Presbiteriana de Natal. Estamos falando do ano de 2000. A liderança da congregação era exercida pelos Presbíteros Henrique Alonso, Abel Lins e pelo seminarista do STEN Alberto.

 

Algum tempo depois, mudou de endereço e foi para uma casa alugada no centro do Conjunto de Ponta Negra. Houve um crescimento exponencial sob a liderança desses irmãos. Os presbíteros citados, passaram a liderança presencial dos trabalhos quase que exclusivamente ao Seminarista Alberto. A congregação continuou vivendo tempos animadores com uma membresia que crescia, mas não se solidificava.

 

Posteriormente, o Seminarista Alberto precisou deixar a congregação e a mesma passou a ser dirigida pelo Pastor Marcos Grativol, ordenado pela Igreja Nova Vida na cidade do Rio de Janeiro e que já era membro ativo da congregação há algum tempo. Ele e mais alguns irmãos elegem uma mesa administrativa, que passa a coordenar os trabalhos da comunidade de uma forma mais organizada e institucional. Nesse novo local a congregação ficou até meados do ano de 2006.

Por causa da mudança de trabalho secular do Pr. Marcos, que precisou se transferir para o estado do Maranhão, ele precisou deixar a liderança da congregação, sendo substituído pelo Pr. Adailton no segundo semestre do citado ano. A congregação reunia-se nessa casa para reuniões de oração, de edificação bíblica e dominicalmente, na Escola Estadual José Fernandes Machado, mais conhecida como Escola Machadão, para duas reuniões, a EBD e o culto dominical.

 

E sob a liderança do Pastor Adailton, a congregação decide mudar o seu nome passando a se chamar CONGREGAÇÃO FILADÉLFIA. Em 2007, a congregação passa a se reunir no auditório do Praiamar Hotel, numa região de muitos hotéis na praia de Ponta Negra. Isto porque a escola já não proporcionava uma condição favorável para que a congregação permanecesse se reunindo, até porque já vinha sendo solicitada a sua saída devido a mudança de direção do colégio.

Em janeiro de 2007, é designado o Pb. Flávio Henrique Abath Ataliba para assumir a função de obreiro da congregação em função da viagem repentina do Pr. Adailton para pastorear uma Igreja brasileira nos Estados Unidos, que foi por volta do mês de abril de 2007. Foi feita uma transição de liderança muito tranqüila e responsável. Já naquela oportunidade havia um pleito de organização da congregação em Igreja. Mas, com a mudança da liderança, o presbitério decidiu esperar um pouco mais para ver como a congregação iria suportar tal transição no ano de 2007.

Desde setembro de 2007 até o presente momento, a congregação passou a se reunir num prédio alugado no bairro de Cidade Verde em Parnamirim, com uma área de quase 900 metros quadrados. Trata-se de um excelente galpão que precisou de alguns ajustes para o nosso funcionamento. Ali estão concentrados todos os nossos trabalhos eclesiásticos, litúrgicos e administrativos. No dia 11 de julho de 2009 nos tornamos Igreja Presbiteriana Filadélfia.

Foi quando o Presbitério Potiguar designou o Rev. Liberato do Santos (Igreja Presbiteriano de Natal), como pastor da Igreja. E os trabalhos eram dirigidos pelo Obreiro Jorge Thomaz. Em fevereiro de 2011, o Obreiro Jorge foi consagrado pastor e designado a permanecer na Igreja. Atualmente, eleito há 2 mandatos pela Igreja, o Rev. Jorge Thomaz, está a frente como pastor titular. Em 2021, a Igreja passou a ter também como pastor auxiliar o Rev. Yan Guedes. Este é um breve relato da história de nossa amada Igreja.